Daniel Alves muda defesa de novo e apresenta quinta versão dos fatos; julgamento acontece em fevereiro
18/01/2024

PUBLICIDADE

O jogador de futebol Daniel Alves, que está atualmente preso na Espanha aguardando julgamento por um caso de estupro, chamou a atenção da imprensa internacional mais uma vez.

A defesa do atleta mudou sua versão sobre o incidente ocorrido em dezembro de 2022. Segundo a acusação, Alves teria abusado sexualmente de uma jovem em uma boate em Barcelona.

A jovem alega que teve contato com Alves, mas se recusou a ter relações sexuais com ele.

Ela também afirma que Alves usou força para obrigá-la a manter relações.

As investigações confirmaram que Alves e a jovem estiveram juntos no banheiro da boate, mas as imagens das câmeras de segurança mostram uma situação diferente do que a jovem narrou.

PUBLICIDADE

A defesa de Alves mudou sua estratégia, alegando que ele estava embriagado e não poderia ser responsabilizado pelos fatos.

Essa é a quinta versão apresentada pela defesa, o que chama a atenção.

Alves insiste que a relação foi consensual, mas agora alega ter estado embriagado. Caso seja condenado, espera-se que sua pena seja atenuada devido ao estado de embriaguez.

PUBLICIDADE

AD
Artigo